Impacto do Ciclone de Idai em Moçambique

A Galp está solidária com todas as vítimas que estão a passar por este desastre humanitário

Moçambique foi assolado pelo ciclone Idai, o maior desastre natural que o país já assistiu, sendo que a província de Sofala, concretamente as cidades da Beira e Dondo, foram gravemente afetadas.

A Galp está solidária com todas as vítimas que estão a passar por este desastre humanitário, particularmente com os nossos 107 colegas e suas famílias e, em articulação com a Cruz Vermelha, está a fazer todos os esforços para encontrar a melhor forma de dar assistência ao país, no apoio social a esta calamidade.

À medida que as comunicações melhoram, começamos a obter mais informações sobre a situação das nossas equipas e das instalações na Beira:

  • Todas as nossas pessoas e os seus familiares estão bem e não se registaram ferimentos
  • Várias habitações de colaboradores foram danificadas, temos equipas no terreno a assegurar apoio
  • Dos sete postos de abastecimento existentes na Beira, quatro estão operacionais. Sabendo que a disponibilidade de combustível é fundamental para as operações de socorro e de reconstrução, estamos focados em restabelecer a normalidade das operações o mais depressa possível
  • O escritório da Galp, o armazém de lubrificantes e as instalações de GLP sofreram danos ligeiros

Com 90% da sua área devastada, a Beira está completamente inacessível por estrada devido às inundações. O aeroporto começou a receber voos, mas os edifícios do aeroporto sofreram danos graves. A cidade ainda não tem energia e as condições meteorológicas devem manter-se severas até quinta-feira com previsão de ventos e chuvas fortes.

No local estão o Programa Mundial da Alimentação (PMA), a agência que coordena a resposta humanitária da ONU em Moçambique, a Cruz Vermelha, a UNICEF, o INGC - Instituto Nacional de Gestão de Calamidades e várias organizações não-governamentais.

Para todos aqueles que quiserem contribuir ou ter acesso a mais informação, podem fazê-lo através dos seguintes links:

https://www.unicef.pt/ciclone-em-mocambique/

https://www.cruzvermelha.pt/formas-de-doar-dinheiro/item/2393-donativo-pontual.html