1/11
2/11
3/11
4/11
5/11
6/11
7/11
8/11
9/11
10/11
11/11

Terra de Esperança

O dia em que 600 voluntários plantaram as primeiras 7500 árvores do movimento Terra de Esperança na serra do Açor

O movimento Terra de Esperança surgiu da parceria estabelecida entre a ANEFA (Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente) e a Galp com o propósito de reflorestar as áreas mais afetadas pelos incêndios dos últimos anos.

O pontapé de saída para um conjunto de ações de reflorestação previstas, ou a agendar, foi dado por 600 voluntários, entre colaboradores das duas entidades, parceiros e famílias provenientes de norte a sul do país, e ocorreu na serra do Açor, na Região Centro de Portugal. O grupo “vestiu a camisola”, deitou mãos à obra e plantou 7500 árvores (carvalhos e castanheiros) em cerca de oito hectares de terreno.

Este movimento foi financiado pela Galp, que adquiriu 500 mil árvores destinadas a reflorestar áreas de terreno que correspondem a mais de 600 campos de futebol e ajudou a implementar uma plataforma que permite à ANEFA dar uma nova dinâmica a ações de voluntariado que ajudem as zonas ardidas a virar a página.

No total, já foram plantadas até hoje 68.700 árvores, o que tem contribuído para que Portugal renasça mais verde.